MODALIDADES DIAGNÓSTICAS PARA A PREVENÇÃO E DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE TIREOIDE EM MULHERES

Autores

  • Gabriele Pereira dos Reis
  • Diego Bezerra Soares
  • Isabela Reis Manzoli
  • Mariana Barbosa Lopes
  • Fabiola Julianne Alves De Pinho

DOI:

https://doi.org/10.51161/rems/1546

Palavras-chave:

CÂNCER DE TIREOIDE, DIAGNÓSTICO, MULHERES, PROGNÓSTICO

Resumo

Introdução: A tireoide é uma glândula em forma de “borboleta” com dois lobos ligados pelo istmo, localizada na região cervical anterior. Esta, regulada pela hipófise, através da secreção dos hormônios tireoidianos triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), é responsável pela homeostase metabólica. Atualmente, estima-se que o Câncer de Tireoide (CT) é o de maior prevalência dentre os carcinomas de cabeça e pescoço e afeta três vezes mais mulheres do que homens. Objetivos: Devido à elevada incidência do CT em pacientes do sexo feminino, nota-se a importância da prevenção e do diagnóstico precoce a fim de aumentar a sobrevida dessa população. Sob esse viés, foi levantado o questionamento: “Quais são as estratégias e os métodos para a detecção do câncer de tireoide?”. Material e Métodos: A pesquisa consiste em uma revisão de literatura com o intuito de elucidar as modalidades diagnósticas que favorecem a detecção precoce e o prognóstico do CT em mulheres. Para tanto, utilizou-se as bases de dados SciELO, PubMed e Instituto Nacional de Câncer (INCA). Resultados: A partir dos estudos, foi possível observar que o CT apresenta um bom prognóstico desde que descoberto na fase inicial, por isso é importante o rastreamento tanto por meio da propedêutica clínica quanto da utilização de exames como a ultrassonografia e o PAAF (Punção Aspirativa por Agulha Fina). Ademais, é imprescindível a ampla divulgação de campanhas de conscientização e combate ao câncer de tireoide. Conclusão: Em suma, é notória a necessidade da aplicação das modalidades diagnósticas que auxiliam na identificação da doença precocemente. Outrossim, é indubitável que a realização de campanhas educativas aliadas ao manejo clínico propicia um aumento na sobrevida das mulheres acometidas.

Publicado

2021-07-28

Como Citar

Reis, G. P. dos ., Soares, D. B. ., Manzoli, I. R. ., Lopes, M. B. ., & Pinho, F. J. A. D. . (2021). MODALIDADES DIAGNÓSTICAS PARA A PREVENÇÃO E DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE TIREOIDE EM MULHERES. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(3), 18. https://doi.org/10.51161/rems/1546

Edição

Seção

I Congresso Nacional Multidisciplinar de Oncologia On-line

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)