APRIMORAMENTO DO ENFERMEIRO OBSTETRA NO CENTRO DE PARTO DE UM HOSPITAL UNIVERSITARIO ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO CONTINUADA : RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Valdiclea de Jesus Veras
  • Rosemary Fernandes Correa Alencar
  • Karla Kelma Almeida Rocha
  • Luciana Cortez Navia
  • Paula Belix Tavares

DOI:

https://doi.org/10.51161/rems/2473

Palavras-chave:

ENFERMAGEM OBSTÉTRICA, TRABALHO DE PARTO, APRIMORAMENTO

Resumo

Introdução: Na década de 90 surge o movimento de humanização do parto e do nascimento, tinha como uma  possibilidade reduzir as taxas de cesarianas e, respeitar os direitos das mulheres para tal, uma das estratégias seria inserir enfermeiros obstétricos na assistência para incentivar o parto vaginal implantando práticas baseadas em evidências científicas E assim, o Ministério da Saúde proporcionou condições para que esses profissionais, uma vez inseridas no campo obstétrico, pudessem lutar pela implantação e desenvolvimento das práticas humanizadas. De acordo com pesquisas científicas, o cuidado oferecido por essas profissionais em Centros Obstétricos de maternidades diminuem o uso das intervenções obstétricas, melhoram os indicadores de morbimortalidade materna e perinatal e aumentam a satisfação da mulher com a experiência vivida, indicando a segurança e a viabilidade da atenção ao parto e nascimento nestes locais de nascimento. Objetivo:  Relatar a implementação e resultados do projeto de intervenção utilizado como estratégia para aprimorar o conhecimento dos enfermeiros obstetras acerca das técnicas e habilidade, o empoderando com conhecimentos teórico-práticos possibilitando assim transformações na abordagem assistencial deste enfermeiro às parturientes. Material e Métodos: Trata-se de um estudo de natureza descritiva sobre a experiência de implantação e resultado de um plano de intervenção realizado no período de janeiro de 2017 a dezembro de 2017 no Centro Obstétrico do Hospital Universitário Materno Infantil. Resultados:  Percebeu-se que o projeto apontou significativas conquistas relacionadas com a inserção do enfermeiro no trabalho de parto, pois durante as intervenções  se registraram ganhos que se traduziram num aumento 47% dos números de partos realizados por enfermeiros obstetras, concomitantemente uma diminuição dos partos cesáreos nesse período conforme demonstra as planilhas mensais do Centro de Parto. Conclusão: Podemos relatar que essa  intervenção foi  viável, exequível e um excelente estímulo para melhorar a assistência as mulheres de modo integral, empoderando essas parturientes a fim de que sejam protagonistas de seu parto.

Publicado

2021-11-24

Como Citar

Veras, V. de J. ., Alencar, R. F. C. ., Rocha, K. K. A. ., Navia, L. C. ., & Tavares, P. B. . (2021). APRIMORAMENTO DO ENFERMEIRO OBSTETRA NO CENTRO DE PARTO DE UM HOSPITAL UNIVERSITARIO ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO CONTINUADA : RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(4), 42. https://doi.org/10.51161/rems/2473

Edição

Seção

II Congresso Nacional Multidisciplinar em Enfermagem On-line

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.