AVALIAÇÃO DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA MANUTENÇÃO DE CATETER VENOSO CENTRAL EM UMA UNIDADE DE INTERNAÇÃO ADULTA DE UM HOSPITAL DE ALTA COMPLEXIDADE

Autores

  • Raquel Fernandes Costa
  • Maria De Lourdes Lima Menezes De Oliveira
  • Carla De Oliveira Arcebispo

DOI:

https://doi.org/10.51161/rems/2489

Palavras-chave:

CATETER VENOSO CENTRAL, CUIDADOS DE ENFERMAGEM, INFECÇÕES RELACIONADAS A CATETERES

Resumo

Introdução: O Cateter Venoso Central (CVC) é frequentemente utilizado em pacientes para administração de fármacos, hemoderivados, nutrição parenteral, quimioterápicos, e antibióticos. Dentre as infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) destacam-se as IPCS (infecções primárias da corrente sanguínea) que estão comumente relacionadas ao uso de um CVC. Objetivo: Avaliar os cuidados de enfermagem relacionados aos CVC, em uma unidade de internação adulta e comparar as condutas com os protocolos padronizados na instituição. Metodologia: trata-se de uma auditoria clínica realizada em uma unidade de internação adulta, foram selecionados pacientes com CVC, os dados foram coletados através do preenchimento de instrumento elaborado pela autora, através de observação direta dos cuidados com CVC. Resultados: Para contribuir para a minimização dos riscos de desenvolvimento ICS é de suma importância cuidados adequados na manutenção dos CVC, após a inserção até a sua retirada, a equipe de enfermagem é responsável pela manipulação, devendo ter conhecimentos e capacitação para o adequado manejo dos dispositivos. A higienização das mãos é uma importante intervenção de enfermagem, antes e após o contato com o paciente, essa medida preventiva está associada à redução das taxas de ICS.  A desinfecção do hub do cateter com solução antisséptica também é um cuidado importante na prevenção das infecções associadas ao uso do CVC. O Curativo do CVC tem o objetivo de proteger o sítio de inserção, as coberturas utilizadas devem ser estéreis, podendo utilizar gaze com filme estéril ou apenas o filme transparente estéril.  As conexões dos cateteres devem ser protegidas com tampinhas estéreis e trocadas a cada manipulação do cateter. Durante a auditoria realizada foi observado falhas nos processos de manutenção dos CVC relacionados a: higiene correta das mãos, antes e após manipulação dos cateteres; realização de desinfecção do hub e troca das tampinhas estéreis; realização de flushing ; data de realização dos curativos do CVC. Conclusão: A auditoria do cuidado de enfermagem na manipulação de CVC identificou falhas no processo de manutenção, destacando a importância dos processos de educação continuada serem realizados de forma contínua, auxilia para realizar uma abordagem efetiva, visando uma manutenção segura e de qualidade dos CVC.

Publicado

2021-11-25

Como Citar

Costa, R. F. ., Oliveira, M. D. L. L. M. D. ., & Arcebispo, C. D. O. . . . . (2021). AVALIAÇÃO DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA MANUTENÇÃO DE CATETER VENOSO CENTRAL EM UMA UNIDADE DE INTERNAÇÃO ADULTA DE UM HOSPITAL DE ALTA COMPLEXIDADE. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(4), 58. https://doi.org/10.51161/rems/2489

Edição

Seção

II Congresso Nacional Multidisciplinar em Enfermagem On-line