UTILIZAÇÃO DE PLASMA CONVALESCENTE PARA O TRATAMENTO DE COVID 19

Autores

  • Rafaela São Miguel de Souza
  • Stéphanie Toledo Vieira
  • Valéria Cristina Menezes Berrêdo

DOI:

https://doi.org/10.51161/rems/2163

Palavras-chave:

ANTICORPOS, COVID 19, PLASMA CONVALESCENTE

Resumo

Introdução: No fim do ano de 2019 foi descoberta a infecção por Sars Cov-2, um vírus altamente contagioso, que culminou na declaração de situação pandêmica pela Organização Mundial da Saúde. Desde então, pesquisadores de diversas áreas do conhecimento em saúde buscam encontrar tratamentos eficazes a fim de amenizar as manifestações clínicas da Covid 19. Nesse contexto, a terapia com plasma de pacientes recuperados após a infecção por coronavírus pode ser utilizada como tratamento aos pacientes hospitalizados pela Covid 19. Objetivo: Descrever acerca do uso de Plasma Convalescente (PC) no tratamento de Covid19. Metodologia: Revisão bibliográfica da literatura atual disponível nas bases de dados Scielo e Google acadêmico, com as seguintes palavras tema: plasma convalescente e Covid 19. Como critérios de inclusão, foram selecionados artigos publicados a partir do ano de 2020 e que contemplam plenamente o tema. Os critérios de exclusão foram as literaturas publicadas anteriormente ao ano de 2020. Resultados: As publicações encontradas evidenciam a utilização do PC como braço terapêutico, ou seja, em associação com outras terapias farmacológicas. Em termos clínicos, o plasma atua neutralizando o patógeno e, eventualmente, levando à sua erradicação da circulação sanguínea. Assim, em pacientes graves foi identificada taxa de mortalidade em torno de 15%, sendo uma redução de 35% a 50% no geral. Além disso, observou-se redução de 53% na gravidade da doença (dispensando terapia intensiva) e 26% no tempo de internação. Apesar de se mostrarem promissoras, as pesquisas seguem em busca de resultados sólidos, visando conhecer o momento ideal para coleta do plasma, acompanhar os títulos de imunoglobulinas, além de avaliar a evolução clínica do paciente transfundido. Conclusão: Infere-se que acerca desta temática são necessários mais estudos, buscando resultados sólidos, a fim de subsidiar o desenvolvimento de protocolos intra-hospitalares, bem como intervenções terapêuticas seguras para conter a gravidade da doença.

Publicado

2021-10-07

Como Citar

Souza, R. S. M. de ., Vieira, S. T. ., & Berrêdo, V. C. M. . (2021). UTILIZAÇÃO DE PLASMA CONVALESCENTE PARA O TRATAMENTO DE COVID 19. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(4), 22. https://doi.org/10.51161/rems/2163

Edição

Seção

I Congresso Brasileiro de Doenças Infectocontagiosas On-line