COVID-19 E CÂNCER: UMA REVISÃO SOBRE MORTALIDADE EM PACIENTES ONCOLÓGICOS BRASILEIROS

Autores

  • Maria Clara Coelho Monteiro
  • Marina Magalhães Caíres Cruvinel
  • Fernanda De Almeida Valério Couceiro
  • Sofia Alessandra Naiff Araújo
  • Darlen Cardoso De Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.51161/rems/1540

Palavras-chave:

ATENDIMENTO, CÂNCER, COVID-19, DIAGNÓSTICO, REVISÃO

Resumo

Introdução: A pandemia COVID-19 afetou gravemente os sistemas de saúde em todo o mundo, comprometendo o diagnóstico, assistência e tratamento do câncer. Os pacientes oncológicos estão incluídos no grupo de vulnerabilidade à maior gravidade por infecção por Sars-CoV-2. Estudos sobre o impacto do COVID-19 em pacientes brasileiros com câncer são escassos na literatura. Objetivos: Compilar informações sobre o impacto da pandemia COVID-19 em pacientes brasileiros oncológicos, em termos de diagnóstico e atendimento. Material e métodos: Foi realizada uma revisão de literatura nas plataformas Google Scholar, Scielo e Pubmed. Foram estabelecidos os seguintes descritores em inglês e português: “COVID-19”, “Câncer”, “Diagnóstico” e “Atendimento”. Os critérios de elegibilidade foram artigos originais envolvendo a população brasileira, disponíveis na íntegra e escritos em inglês e/ou português no período de dezembro de 2019 a junho de 2021. Foram excluídos artigos duplicados, artigos de revisão e aqueles que não abordassem os objetivos da nossa pesquisa. Resultados: Um total de 9 artigos foram incluídos na revisão. Os estudos analisados ​​envolveram populações das cinco regiões brasileiras, principalmente da região Sul e Sudeste (44,4%). Vários tipos de câncer foram observados, com destaque para as neoplasias de cabeça e pescoço (55,5%). Todos os estudos mostraram redução no número de diagnósticos de câncer com a média de redução de 46,3%. Também se evidenciou déficit, em média de 39,46%, no número de consultas, internações e procedimentos cirúrgicos, com resultados mais agravantes para a região norte do Brasil, com média de redução de 60,3%. Conclusão: A pesquisa demonstrou o enorme impacto do curso da pandemia em pacientes com câncer, ao diminuir o número de diagnósticos, consultas e procedimentos cirúrgicos. Esses achados indicam as consequências negativas iminentes no diagnóstico e na mortalidade por câncer nos próximos anos e podem alertar para o desenvolvimento de protocolos de saúde e pesquisas contínuas que minimizem esses impactos.

Publicado

2021-07-28

Como Citar

Monteiro , M. C. C. ., Cruvinel, M. M. C. ., Couceiro, F. D. A. V. ., Araújo, S. A. N. ., & Carvalho, D. C. D. . (2021). COVID-19 E CÂNCER: UMA REVISÃO SOBRE MORTALIDADE EM PACIENTES ONCOLÓGICOS BRASILEIROS. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(3), 12. https://doi.org/10.51161/rems/1540

Edição

Seção

I Congresso Nacional Multidisciplinar de Oncologia On-line

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)