DIVERSIDADE DE HETEROPTERAS (INSECTA: HEMIPTERA) AQUÁTICOS E SEMIAQUÁTICOS NA CHAPADA DIAMANTINA, BA

Autores

  • Aiala Alana Pinheiro Ramos
  • Jeniffer De Barros Cabral
  • Rodolfo Mariano Lopes Da Silva

DOI:

https://doi.org/10.51189/rema/2293

Palavras-chave:

CONSERVAÇÃO, HETEROPTERA, INSETOS AQUÁTICOS

Resumo

Introdução: A conservação tem como um dos seus principais objetivos a manutenção da biodiversidade. As métricas para medir a biodiversidade em uma determinada área, dependem da interação de vários fatores, como por exemplo a relação de dados bióticos (como grupos taxonômicos) com dados abióticos (informações sobre o clima ou vegetação), sendo possível mensurar os efeitos do ambiente nos organismos. Objetivo: Sendo assim, a proposta deste trabalho é fazer um levantamento faunístico focado na ordem Hemiptera, a fim de poder contribuir para futuros trabalhos de monitoramento ambiental no local. Material e Métodos: As coletas foram realizadas no interior e entorno do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) que está situado no centro do Estado da Bahia, sendo o PNCD uma área de proteção integral. Foram amostrados 20 pontos, distribuídos em dois municípios, Palmeiras e Lençóis. As amostras foram obtidas com auxílio de uma rede entomológica do tipo D e fixadas em álcool 70%, posteriormente levadas para o Laboratório de Organismos Aquáticos na Universidade Estadual de Santa Cruz – Ilhéus/Ba. As amostras foram triadas em caixa luminosa, e identificadas em microscópio estereoscópio. As identificações ocorreram a nível de gênero com chave específica para a ordem Hemiptera. Resultados: Foram identificados 627 indivíduos pertencentes a 16 gêneros distribuídos em 11 famílias, Belostomatidae, Corixidae, Gerridae, Hebridae, Helotrephidae, Mesoveliidae, Naucoridae, Nepidae, Notonectidae, Veliidae e Saldidae. Dentro e fora do PNCD, foram coletados, 389 e 238 indivíduos, respectivamente. Fora do PNCD houve a presença de 17 gêneros, enquanto dentro houve 16, onde fora obteve maior riqueza. O estado da Bahia, possui registro de 124 gêneros de Heteroptera. Dentre os gêneros coletados, Ambrysus., Cataractocoris, Ctenipocoris, Enitharoides, Lipogomphus, Martarega, Mesoveloidea, Microvelia, Monogobia, Neotrephes, Notonecta, Ranatra, Rhagovelia e gên 1. (Saldidae) são novos registros o estado. Trabalhos de cunho taxonômico como levantamentos faunísticos, contribuem para o conhecimento da diversidade da fauna do PNCD e consequentemente do estado da Bahia. Conclusão: Entender a distribuição das espécies de insetos aquáticos unidos à dados abióticos, permite que um aprimoramento nos índices de qualidade de água, uma vez que a biologia das espécies ainda é um mistério no estudo dos insetos aquáticos.

Publicado

2021-11-01

Como Citar

Ramos, A. A. P. ., Cabral, J. D. B. ., & Silva, R. M. L. D. . (2021). DIVERSIDADE DE HETEROPTERAS (INSECTA: HEMIPTERA) AQUÁTICOS E SEMIAQUÁTICOS NA CHAPADA DIAMANTINA, BA. Revista Multidisciplinar De Educação E Meio Ambiente, 2(4), 02. https://doi.org/10.51189/rema/2293

Edição

Seção

I Congresso Brasileiro On-line de Biologia de Insetos