OS IMPACTOS AMBIENTAIS PROVOCADOS PELA EXPLORAÇÃO EXCESSIVA DO CALCÁRIO LAMINADO NO MUNÍCIPIO DE NOVA OLINDA, CEARÁ

Autores

  • Natanael Alex Alves Pereira

DOI:

https://doi.org/10.51189/rema/1685

Palavras-chave:

CALCÁRIO LAMINADO, EXTRAÇÃO MINERAL, IMPACTOS AMBIENTAIS, NOVA OLINDA

Resumo

Introdução: O município de Nova Olinda se localiza geograficamente no interior do estado do Ceará, na porção Oeste da Região do Cariri Cearense. Como os demais municípios da região, Nova Olinda se destaca economicamente pelas variadas atividades deste seguimento, fortemente embasadas na sua riqueza natural, histórica e cultural. Estas atividades se apropriam da biodiversidade e geodiversidade locais e se mantêm contínuas, entre elas se destacam as variadas práticas turísticas, artesanato cultural e a extração mineral da gipsita e do calcário laminado, popularmente conhecido como Pedra Cariri. Objetivo: Pretende-se por meio deste, identificar e relacionar os impactos ambientais sucessivos no município estudado à constante exploração mineral, que se destaca no mesmo como uma de suas principais atividades econômicas, e a partir dessa premissa, buscar compreender as relações entre estes fenômenos. A posteriori, requestar possíveis práticas, métodos e técnicas que suscitem na salvaguarda, proteção e conservação dos principais patrimônios afetados. Materiais e Métodos: A presente pesquisa iniciou-se com uma listagem e análise bibliográfica, seguida da aplicação do método da observação e levantamento de dados nas áreas aqui estudadas. Resultados: De acordo com Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), as atividades extrativas de caráter explorativo no município, iniciaram-se por volta de 1945, no entanto, é apenas no ano de 1970 que o Calcário Laminado começa a ser explorado comercialmente. Desde então, a extração ganhou força, frente ao seu retorno econômico elevado. Mas ao mesmo tempo que esta atividade tenha um retorno econômico desejável, proporciona em demasia variados impactos ambientais, percebidos atualmente sem nenhuma parvidade. Entre estes impactos, cabe aqui destacar: A intensificação de atividades intempéricas e erosivas; o desmatamento da vegetação, que provoca um desequilíbrio na distribuição geográfica da fauna nativa; e a erradicação do Patrimônio Paleontológico novaolindense. Conclusão: Tendo em vista que estes agravos ambientais tenham se tornado cada vez mais visíveis e preocupantes, percebe-se a necessidade de ações que atuem na sua redução e conservação de todos os patrimônios diretamente afetados. Como proposta inicial e a longo prazo, preconiza-se aqui a Educação Ambiental, sabendo que a mesma mostra-se uma ferramenta indispensável quando nos referimos a construção de uma conscientização ecológica generalizada.

Publicado

2021-08-24

Como Citar

Pereira, N. A. A. . (2021). OS IMPACTOS AMBIENTAIS PROVOCADOS PELA EXPLORAÇÃO EXCESSIVA DO CALCÁRIO LAMINADO NO MUNÍCIPIO DE NOVA OLINDA, CEARÁ. Revista Multidisciplinar De Educação E Meio Ambiente, 2(3), 07. https://doi.org/10.51189/rema/1685

Edição

Seção

I Congresso Nacional On-line de Conservação e Educação Ambiental